domingo, 4 de novembro de 2012

[Resenha] Beelzebub

 
  O lançamento desse mangá tem uma história muito curiosa aliás, ano passado (em maio pra ser mais exato) eu tive um contato com a antiga responsável pelos mangás da Panini e na nossa longa conversa ela me pediu dicas de mangás para serem lançado, eu falei Deadman Wonderland (ela já estava com ele contratado e faltava pouco para ser lançado), depois eu falei Beelzebub e Beelzebub já estava sendo negociado com a Jump. Isso serve para vocês terem ideia de quanto tempo pode demorar para um mangá sair aqui no Brasil. Atualmente não tenho mais contato com a Panini, espero que as pessoas que estão cuidando disso agora retornem logo os meus e-mails. O fato é que acompanho Beelzebub semanalmente por scans desde o capítulo 20 e mal podia esperar pra poder tê-lo na minha coleção (mesmo não querendo pegar mais uma série pra colecionar, mas essa vale a pena).

Dados Técnicos

  Beelzebub é um mangá de humor de delinquentes escrito por Ryuhei Tamura (que foi assistente do autor de Psyren) e é publicado na Shounen Jump semanal desde fevereiro de 2009 e atualmente conta com 18 volumes.  O mangá recebeu um OAD e uma adaptação em série animada que teve 60 episódios.

A História

  Kaiser Beelzebub de Emperana IV é um dos filhos do Demon Lord Beelzebub (Belzebu, em bom português) e é enviado à Terra para destruir a humanidade. Para poder crescer e se desenvolver com todos os seus poderes ele precisa encontrar um pai adotivo (ficou como tutor) na Terra, essa pessoa será o condutor de seu poder e para criar o filhote de demônio essa pessoa tem que ser muito, muito, muuuuito ruim. É aí que entra o nosso herói (??) Tatsumi Oga, um delinquente do primeiro ano do "ensino médio" do Colégio Ishiyama, um dia cuidando de suas atividades normais ele encontra o bebê-demônio em circunstâncias nada normais e daí por diante vai ter que cuidar muito bem do Beelzebaby, afinal a única forma de se livrar dessa responsabilidade é morrendo (o resumo pode não ter ficado muito coerente, mas é que eu tentei evitar os spoilers que tirariam a graça da história).

Impressões

  Beelzebub já era um dos meus mangás favoritos, então fica difícil dar uma opinião neutra, mas eu curti bastante a adaptação da Panini. No começo eu fiquei incomodado com o "Catei um Capeta", aqui no Rio de Janeiro catar é um verbo que tomou o mesmo significado que pegar, significa dar uns beijos (ou algo mais) em alguém, então fica beeem estranho, outra expressão que sempre me incomoda nos mangás é "tiozinho", não tem coisa mais "paulistês de mano" que essa expressão, me incomoda demais, é o tipo de coisa que eu espero ver nos mangás da JBC e não da Panini, acho uma expressão muito bairrista (e feia). O bom é que lá pelo segundo capítulo deu pra perceber que o tradutor (e os editores) engrenaram na adaptação e tudo passou a correr fluido, apesar do primeiro capítulo soar um tanto quanto mecânico, como quem "tenta pegar o jeito da coisa". Como eu já disse, do segundo capítulo em diante a coisa corre muito bem e o mangá está de parabéns, ficou bem bacana, poderia ter ficado um desastre, o mangá dava toda liberdade pra muita improvisação e adaptações bobas, mas ao contrário, ficou ótimo e ao mesmo tempo bem coloquial.
  A coisa que mais me incomodou em todo o volume foi o segundo quadro da página 125, tinha umas falas originais que foram apagadas e onde o teto era quadriculado ficou uma marca pixelada e as linhas não foram redesenhadas. 



Considerações Finais

Compre, compre, compre!! Beelzebub é um ótimo mangá de humor e eu recomendo pra todo mundo, tem de tudo nele: Comédia, Porradaria, Mais Comédia, Muita Ação e Comédia. Só fica desejando um pouquinho a desejar pra quem curte ver poderes mirabolantes, apesar de ficar subentendido o mundo de possibilidades que um mangá com demônios deixa os personagens gostam de resolver as coisas é no bom e velho punho mesmo.
P.s. O mangá era do checklist de setembro e só saiu em outubro, vamos ver se as coisas vão voltar ao normal.

Título: Beelzebub
Autor: Ryuhei Tamura
Formato: 13,7 x 20, 190 páginas
Duração:  18 volumes, em andamento
Periodicidade: Mensal
Preço: R$10,90
Demográfico: Shounen
Gênero: Humor, Ação, Aventura, Nonsense 
P.s. Fazia 10 meses que eu não resenhava direito um mangá, preciso fazer mais isso, é muito bacana.

12 comentários:

LiquidSKY disse...

Eae, bom te ver em atividade novamente, certo, talvez eu acompanhe este manga, mas comprar não vai dar, to no meu limite ja . . . e o que vc pode dizer sobre esse red garden ? tudo bem que é da new pop né, mas fazer o que, a capa me chamou a atenção

KarranL disse...

Concordo que a tradução poderia ter ficado melhor, é como se a Panini tivesse deixado a JBC cuidar de parte da tradução. Bom, melhor do que se a JBC tivesse pegado Beelzebub, ia ficar pior do que eles fizeram com o pobre do Soul Eater -.-

escandalo na tv disse...

kuroi tenta fazer mais posts o blog é muito bom você só deveria postar mais... você poderia postar todas as quintas o ranking da oricon e criar outras colunas.

kidzera disse...

Ótima resenha, Kuroi. Dropei o mangá lá pelo capítulo 120, mas vou voltar a acompanhar agora pela Panini e tenho que dizer, ficou bacana a adaptação, até lembrou um pouco do saudoso YuYu. Espero que o blog volte a ser mais ativo e que você traga novas colunas ou volte com outras. Boa sorte!

Renan Amaral disse...

Phoda bakarai!

Acompanho acho que desde que o mangá estava no 40, e é um dos meus favoritos da Jump atual!

Rí muito nesse primeiro volume, foi muito bom relembrar a série, e estou empolgadíssimo para comprar o volume 2 quando sair!!!

Rinaldo disse...

Realmente estes termos "paulistês" que você citou não combinam com mangá algum, não gostei... Mas no geral, a tradução ficou legal.

Hideki disse...

O lançamento vai ser msm mensal aqui no Brasil??

club penguin legal disse...

Acho q vai ser bimestral

Gustavo disse...

Comprei pra ver qual era pela sua sugestão e.. gostei muito!!! Vou colecionar! Valeu, abraços.

Guilherme Ueti disse...

Oi pessoal Beel ainda não chegou aqui onde moro sera que posso continuar com esperanças???

Jeferson Alves disse...

O volume 1 eu ja tenho so que o 2 ta demorando a sair.

Lika Chan disse...

AUHAUHAUHAH ri demais com seu "Catei um Capeta", eu nem associei com o dialeto babaca daqui.... D: gostei assim...