domingo, 4 de março de 2012

Rankings de Vendas no Exterior [1]


  Olá, pessoal. Como eu ando sem pautas resolvi ressuscitar os comentários dos rankings de venda no exterior, mas ao invés de fazer um post para o ranking da Oricon (Japão) e um post para o ranking do The New York Times (Estados Unidos) prefiro fazer um post só comentando os dois rankings divulgados na semana.

Ranking do The New York Times

  Essa sexta-feira o Anime News Network divulgou o ranking de vendas da semana de 19~25 de Fevereiro nos EUA.
- 20th Century Boys #19 - Naoki Urasawa
10º - Naruto #54 - Masashi Kishimoto

  Para ver a lista completa é só abrir o link. Em sua segunda semana de vendas 20th Century Boys subiu da 5ª para a 1ª colocação. 20th Century Boys é um mangá da Panini que deve sair no mês de Julho (junto com Kuroshitsuji/Black Butler). Vale a pena o hype? Não sei, nunca li, mas se for como Monster (esse sai em Abril) o mangá merece toda a fama que tem. Veja aqui o post com a tabela de meses com a previsão de lançamentos
Em 10º lugar temos Naruto #54. 10º é uma posição ruim? Não, Naruto já está na sua sexta semana no ranking e essa foi uma semana bem disputada com muitas estreias.

Ranking da Oricon 

  O ranking da Oricon foi divulgado na última quarta-feira, o ranking cobre o período de vendas entre 20~26 de Fevereiro no Japão. 

5º One Piece #65 (104,322 / 2,833,993)
22. Naruto #59 (42,998 / 989,790)
25. Kimi ni Todoke #15 (38,951 / 1,052,913)
42. Zone-00 #9 (23,737)

  Essa é a quarta semana de One Piece #65 no ranking e ele caiu para a 5ª posição depois de três semanas no primeiro lugar (o ranking japonês ao contrário do americano é mais dinâmico e os mangás caem bem mais rápido). As vendas de One Piece na 4ª semana são bem melhores do que a de muitos mangás na estreia (veja Zone-00 #09, por exemplo).
Naruto #59 também está em sua 4ª semana de vendas (saiu junto com One Piece #65) e está beirando 1 milhão de exemplares vendidos, imagino que semana que vem a série de Masashi Kishimoto vá quebrar a barreira de 1 milhão (deve vender pouco mais de 20.000).
Kimi ni Todoke #15 está em sua 5ª semana de vendas e já passou de um milhão de exemplares vendidos desde a semana passada.
Zone-00 vende muito mal, talvez com um anime as vendas subam, mas não dá pra saber se vai ter um anime. O autor deveria voltar a trabalhar em Trinity Blood.

Para ver o ranking completo é só ver a fonte no MangaHelpers.

A utilidade é quase zero, mas é interessante já que muita coisa que vende bem lá fora vende mal aqui e vice-versa, mas é interessante ver o desempenho dos mangás no exterior.


[Edição] O leitor Luciano @Hayashi_Bullock veio e compartilhou o ranking francês que cobriu o período de 16 de Janeiro até 12 de Fevereiro. Para os que não sabem o mercado francês é o segundo maior mercado de quadrinhos do mundo (e de mangás também), só fica atrás do mercado japonês.


1 - One Piece 60 
3 - One Piece 59 
5 - Naruto 54 
6 - Bleach 46 
7 - HOTD - 7 
8 - One Piece 1 
15 - One Piece 2 



Dá pra ver que na França One Piece já superou Naruto no gosto dos leitores, reparem só em Bleach e Highschool of the Dead aparecendo na listagem também. =D

18 comentários:

Rafael disse...

Excelente postagem com dados interessantes, aguardo anciosamente o lançamento de 20th Century Boys!! Parabéns pelo trabalho que tem feito com o blog, acompanho frequentemente.
Abraços.

ted disse...

Bem legal o post, espero que venham mais desse

Luciano disse...

1 One Piece 60
2 Fairy Tail 22
3 One Piece 59
4 Beyblade Metal 7
5 Naruto 54
6 Bleach 46
7 HOTD - 7
8 One Piece 1
9 Blue Exorcist 7
10 GTO Shonan 14 Days 3
11 Bakuman 9
12 Pandora Hearts 11
13 Ikigami 9
14 Fairy Tail 1
15 One Piece 2

http://www.manga-news.com/index.php/actus/2012/02/27/Meilleures-ventes-manga-en-France-pour-Janvier-/-Fevrier-2012

2DXD disse...

Com 20th Century Boys e Kuroshitsuji vou estar comprando quase 10 títulos da Panini, esse mês lançando tantos mangás seguidos quase me deixou sem dinheiro.
Uma coisa que me deixaria muito feliz seria comprar Light Novels pela Panini, será que ela nunca vai se interessar por essa área? Varias LN vendem bem e se a investissem nas mais famosas seria retorno certo, algumas como Suzumiya Haruhi, Baka to Test, To aru no Majutsu Index, Durarara!!, Kyoukai Senjou no Horizon, Zero no Tsukaima e Bakemonogatari são alguns dos que mais vendem no Japão.
Vc n sabe se a Panini tem algum projeto pra LN? Poderia perguntar quando seu contato com a editora voltar? Vlw

LINK#6065 disse...

Bem...20th Century Boys faz jus sim ao nome que carrega!É melhor do quê Monster, apesar de ser meio complicado de comparar os dois.
De qualquer modo, em uma totalidade é melhor!

Tiikun disse...

Kimi ni Todoke vendeu bem mais no ano passado :/
Será que foi por causa da segunda temporada do anime?
Esse volume 15 só chegou à 1 milhão agora enquanto o volume 14 chegou a 1 milhão em duas semanas (se não me engano)

Lucas disse...

Agora resta a pergunta: porque em vários países isso é feito e aqui no Brasil ficamos na COMPLETA escuridão?

Mangás mudam de periodicidade devida a "baixas vendas", sobem preço para "compensar a perda de popularidade", mas nada disso é feito com transparência...

spitfire disse...

kuroi tava rolando uns boatos que a panini ia lançar novas tiragens do hotd
sera que e verdade se for seria muito bom pois pra mim falta o numero 2 e não acho em lugar nenhum

Kuroi disse...

Valeu, Rafael e Ted. o/

2DXD, Light Novel é um assunto bem complicado, já conversei com eles sobre o assunto e não há previsão de light Novels para esse ano. Mangá e Light Novel são mídias diferentes, não acredito que dê certo começar apostando de cara em uma série por mais consagrada que ela seja, primeiro seria melhor lançar light novel de algum mangá e depois de consolidar o público buscar séries. Você realmente acredita que o pessoal que lê quadrinhos vá ler livros? A maioria dos otakus torce o nariz para livros. Melhor começar trazendo ligth novel de algum sucesso como Vampire Knight, algo curto e depois ver as chances de uma série. Não adianta dizer que vai vender, é preciso conhecer o mercado antes.

Tiikun, o volume 14 levou 3 semanas para chegar a 1 milhão e a diferença entre o 14 e o 15 foi mínima, existe uma margem de variação, Kimi ni Todoke anda bem estável nas vendas.

Lucas, não se revela esses dados pra não ajudar a concorrência, nosso mercado é muito pequeno. Dragon Ball da Conrad ganhou um prêmio por vender mais de 100.000 exemplares, mas ele foi o único mangá que fez isso (que nós sabemos) o mangá que deve chegar mais perto disso é Naruto. Nos Estados Unidos 100.000 não é um número anormal, quando a JBC anunciava as tiragens para quem se interessava em colocar propaganda nos mangás eles diziam que as tiragens variavam entre 40.000 e 20.000, a Conrad chegou a fazer tiragens de 2.000 exemplares, ou seja, nosso mercado é minúsculo. É bem óbvio que a editora não aumentaria o preço se não precisasse aumentar, quanto mais caro o mangá mais gente larga a série e você deve perceber que muita gente larga coleções pela metade.
Volto a repetir: Editora não é casa de caridade, em outros países eles cancelam sem dó, se no Brasil a Panini preferiu aumentar o preço de Kekkaishi e aumentar a periodicidade eu agradeço por ter a chance de ter o mangá completo, não é obrigação deles fazer isso. Pegue por exemplo o mercado de livros, a maioria das séries de livros lançadas não são concluídas. É chato? É, mas é isso que se chama capitalismo.

Spitfire, eu já conversei com eles sobre HotD há bastante tempo, eles já disseram que estão estudando a possibilidade de fazer uma nova tiragem dos volumes esgotados, inclusive pedi a eles pra trazerem a versão colorida, acredito que tem tudo pra dar certo.

2DXD disse...

Poxa, bem chato iss, mas é assim, gente com preguiça de ler um livro, por mais legal que seja, mas se tiver com figuras (mangá)eles compram, só ersta sei lá, sonhar... e nossa, mercado brasileiro bem menor do que eu imaginava.

Monstro disse...

A panini me respondeu sobre MPD Psycho: disseram que não há previsão.

Lucas disse...

Concordo quando tu diz que editora não é casa de caridade. Agradeço por manterem o título, mas ainda não concordo com o fato de não fazerem as coisas de forma transparente.

"Não divulgar por causa de concorrência" é uma desculpa infundada e ilógica. O que os TEUS números influenciam as vendas do teu adversário? Consigo te mostrar pelo menos 2 autores de economia que sugerem exatamente que os dados sejam públicos pra estimular competitividade e busca por melhoria. Comparar nossas tiragens com a de países como EUA, França, Itália é totalmente inviável e seria desmiolado fazer - já que nosso povo simplesmente NÃO lê, ao contrário dos deles. Agora, dizer que vai "favorecer o concorrente"? Então seria verdade que isso aconteceria em qualquer país que isso é feito, e também em qualquer setor da indústria, independente do tamanho.

Querem transformar as tiragens de mangá e vendas dos mesmos em segredo de estado, tipo a formulação do xarope da Coca-Cola. Totalmente infundado e sem base teórica.

Kuroi disse...

2DXD, Se tiver figuras compram? Prove isso. Não vale achismo, tem que ter base pra afirmar algo assim. Por isso mesmo eu acredito que ao invés de uma série tem que vir uma light novel de algum sucesso da Panini e ver se compensa.

Lucas, diga isso à Panini. Tiragem e número de vendas é segredo de estado. Claro que influencia, se você tem alguém de olho em lançar uma nova editora e tiver dados de quantos exemplares um shounen vende em geral, quantos exemplares um shoujo vende fica muito mais fácil começar no mercado. Se a Savana tivesse esse tipo de dados talvez ela tivesse aí até hoje independente da falta de qualidade. Se a JBC souber quanto um shoujo médio vende fica muito mais fácil pra ela lançar um shoujo, ela se aproveitaria dos anos de experiência da Panini no ramo. Então sim, há uma explicação. É bom pro leitor? Seria ótimo, mas pra editora não compensaria.

E BTW a fórmula da Coca-cola já foi decifrada há muito tempo, mas a Pepsi não pode usar por causa da patente.

Lucas disse...

A fórmula da Coca-Cola foi usada como exemplo de "segredo de estado". Apesar de já ter sido feito análises e determinada a formulação, os xaropes vem em tambores fechados, e ninguém da fábrica tem acesso - exceto o chefe da mistura.

Além disso, as fábricas deles possuem espécies de "cortinas" de acrílico no maquinário envolvendo a mistura pra que nenhum visitante tenha acesso aos "segredos do maquinário" (embora seja sabido de qualquer um que trabalhe/tenha conhecimento na área). Então, apesar de todo o segredo, pra quem é da área, tudo é conhecido.

Transparência seria bom pro mercado INTEIRO. Exatamente HOJE se discutiu hoje em aula, e não é exclusivo do ramo de editoração brasileira essa mentalidade ESTÚPIDA de esconder rendimentos. Ao invés das companhias lutarem juntas pra uma melhoria no mercado - e consequente expansão - não, ficam de picuinha entre si e se degladiando enquanto "escondem seus trunfos". Savana faliu por falta de inteligência, falta de pesquisa de mercado, falta de uma administração decente e tudo aliado ao péssimo trabalho que eles fizeram. Se tivessem liberados os dados das outras editoras, de pouco valeria. Uma editora pequena não pode começar achando que é grande - e isso é um erro comum e grande causa de fracasso.

Tu até podes achar que não seria benéfico pra editora liberar e ser transparente, e é o que elas acreditam por falta de visão, mas pro mercado em si seria infinitamente melhor e isso indiretamente iria se tornar lucro pra eles.

Quanto ao "fala pra eles", já falei, e fui refutado por um "del Greco" da vida, que além de ter uma visão afunilada de mercado, acha que "tá tudo bem do jeito que tá"...

Mas fica meu protesto com essa estúpida falta de transparência, e meu eterno apelo (que eu prego já a tempos) de uma editoração de mangás TRANSPARENTE com os leitores.

2DXD disse...

Não cara, falei que o povo tem preguiça de ler, é mais fácil e rápido você ler um mangá (citado como figuras) do que uma Light Novel, não importando o quanto ela tenha uma história superior, e de sucesso a que mais estourou seria Suzumiya Haruhi, é difícil alguém que não conheça, ou quem sabe até mesmo uma Light de um anime que vai estar sendo exibido na temporada, se com mangá da certo...

Sávio Martins disse...

20thCB é mítico. É mesmo melhor que Monster, e é bem mais empolgante que a maioria dos mangás de batalha, além de personagens excelentes. O protagonista, em si, é genial. Naoki é o mangaká mais completo hoje em dia.

Monstro disse...

Kuroi, já viu que tem pré-venda de Dragon Ball e Monster na ligahq?

Kuroi disse...

Isso é normal, Monstro, eles sempre fazem pré-venda um mês antes das coisas saírem.